Educação e Desenvolvimento Profissional

Espaço para troca de idéias na área educacional, e para divulgar assuntos que contribuam para o fortalecimento das relações interpessoais dos visitantes.

27

de
junho

Conhecendo Rio Branco a capital do Acre

Depois de um ano e três meses morando em Guajará-Mirim (RO), a cerca de 350 Km de Porto Velho, capital do estado, e a 480 Km de Rio Branco (capital do Ace), fizemos uma "viagem improvisada" unindo estes três pontos geográficos.

Saimos de Guajará-Mirim no dia 21 de junho, para participar de uma reunião na Unir, no Núcleo de Educação, sobre o novo Projeto Pedagógico do Curso de Pedagogia. No dia seguinte, tivemos alguns outros compromissos e no sábado, quando retornávamos, Anselmo e Lília, surgiu aquela coisa que só é possível quando se tem jovialidade e disposição. Olhamos um para o outro e a ideía já estava implantada em nossas mentes. Nem sabemos mais quem disse primeiro, mas o resultado foi: vamos direto para Rio Branco, conhecer o Acre.

Por volta das 17h, em lugar de pegarmos a Rodovia que leva a Guajará-Mirim, prosseguimos na BR 364 para completarmos os cerca de 500 Km que separam as duas capitais. Chegamos a Rio Branco por volta por 21h, depois de percorrermos longos trechos bastante problemáticos (buracos que pareciam crateras, outros buracos que pareciam resultado de artilharia de guerra e depressões que quase nos faziam alçar vôo.

Rio Branco nos surpreendeu. O centro lembra um pouco São Luiz (MA). O efeito luminoso e colorido da ponte que separa a capital em dois espaços urbanos, também é muito agradável. Enfim, ficamos apenas no sábado a noite e no domingo retornamos (meio dia ) para nossa residêndia em Guajará-Mirim, onde chegamos antes das 18h. A seguir, algumas fotografias que mostram registros desta aventura inusitada.

Ainda em Rondônia, na balsa para atravessar o Rio Madeira, em Abunã

Em Rio Branco, circulando nas primeiras horas da manhã, e buscando as bençãos divinas, na Igreja Matriz.

 

Continuando o passeio matinal, em praça frente a catedral

Fachada lateral da catedral de Rio Branco

Outro prédio da diocese, onde fica localizada uma livraria

Na praça onde fica localizado o Comando Geral da PM

Prédio que abriga um centro cultural, com sala de teatro, e um café

Praça Central, em torno da qual encontramos órgãos dos poderes executivo, legislativo e judiciário. O prédio envidraçado é o da Assembléia Legislativa do Acre.

Nas fotos abaixo, brincadeirinha com o Chico Mendes

Um passeio pela ponte, com uma vista de boa parte da capital acreana, especialmente a região central, incluindo o Mercado Municipal.

 

 

No interior da Catedral

De volta para Rondônia

Arquivado em: Sem categoria I

12 Comentários »

  1. Comentário por Lília — 29 de junho de 2007 (9:32)

    Olá Anselmo!
    Hoje, como você sabe, estou na cidade de Castro no Estado do Paraná e gostei muito de visualizar nossa aventura em seu blog. Você conseguiu fazer uma matéria espetacular, valorizando as belezas e a história do Rio Branco. O passeio na capital do Acre foi maravilhoso, por ter tido a oportunidade de conhecer mais uma cidade e pela sua companhia.
    Bjos e saudades

  2. Comentário por Niélvin Duran — 29 de junho de 2007 (17:25)

    eita vidão, passeando, curtindo e nos presenteando, valeu professor, a nossa querida guajará tem tembém por aí?

  3. Comentário por Ivonelia da Purificação — 29 de junho de 2007 (18:24)

    Lília e Anselmo,
    Que beleza!!! Adorei conhecer Rio Branco pelo olhar significativo e alegre de vocês. Por sinal essa iniciativa deve ser valorizada e divulgada para que possamos rever nossos amigos e conhecer lugares. bachos
    saudades sempre.

  4. Comentário por Agripina Gontijo — 29 de junho de 2007 (21:08)

    Em 29.06.07, 20:00, pina disse:
    Olá profº Anselmo e Profª Lilia!
    Particularmente admiro muito vocês como profissionais, como pessoas, mas principalmente como casal. É muito legal a sintonia que vocês possuem. Que viagem linda!
    Obrigado pela oportunidade de participar desta aventura turística, cultural e romântica. Beijos Pina

  5. Comentário por Brandão — 29 de junho de 2007 (22:04)

    Gostei da comparação com São Luis. Rio Branco hoje é uma das cidades mais bonitas que conheço. Tem um estilo único, principalmente nas avenidas.
    Quanto ao “Casal 20″, parabéns! Certamente abrilhantaram ainda mais aquela bela cidade.

  6. Comentário por Paulo Hernandes — 29 de junho de 2007 (23:53)

    Ei dois! para usar uma expressão de vocês. Que beleza, se eu estivesse com vocês minha jovialidade diria…vamos pra casa!. Mas, vocês são essa preciosidade que Deus colocou na terra. O Acre é lindo, Guajará é lindo e vocês também. Um beijo grande e assim que puder quero estar com vocês, aqui ou aí.

  7. Comentário por Elaine Regina — 30 de junho de 2007 (17:07)

    Que pena ter sido tão pouco tempo, pois Rio Branco é um cidade tão bonita. Eu também fiquei surpresa com ela.
    Na próxima vez que vizitar a cidade, conheça a casa Povos da Floresta, ela conta algumas histórias de lendas dos Acreanos (índios e seringalistas). Inclusive a do Mapiguari é a mais interessante. Uma das características mais marcantes do Mapinguari é o odor insuportável que ele exala na mata. Os caboclos o descrevem como um bicho semelhante a um homem com o corpo coberto de pêlos, como um grande macaco, e com apenas um olho bem no meio da testa. Dizem também que a boca do Mapinguari é algo descomunal; tão grande que não termina no queixo, como a dos homens, mas na barriga. A pele dessa figura mitológica é descrita como parecida ao couro dos jacarés e ele tem nas costas uma espécie de armadura que se parece com um casco de tartaruga. Ta achando engraçado, não ria não , eles acreditam mesmo!!!

  8. Comentário por RENIVALADO CARLOS TEODORO DUTRA — 30 de junho de 2007 (18:36)

    Oi, professores eu já conheço Rio Branco tenho a mesma opinião de vcs, acho tudo lindo o canteiro iluminado que corta a cidade; as pontes que vai e que vem. Tenho muita vontade de morar No Acre que sabe na conclusão do curso. Abraço Renivaldo carlos teodoro dutra aluno de vcs.

  9. Comentário por Catarina — 30 de junho de 2007 (18:42)

    Sem dúvida Lília, Rio Branco é mesmo uma cidade surpreendente, pois mesmo sendo isolada, é uma cidade muito boa. Passei a passagem do ano novo lá, que foi muito bom!
    Beijos.

  10. Comentário por NARA SCHÄFER — 3 de julho de 2007 (10:49)

    OLÁ ANSELMO E LILIA!
    VEJO QUE VOCÊS APROVEITARAM BEM AS DICAS QUE PASSEI PARA VOCÊS, DE QUANDO PASSEI FÉRIAS COM MINHA FÁMILIA EM RIO BRANCO.PENA QUE FOI POUCO TEMPO, MAS ACREDITO QUE VOLTARÃO E QUE IRÃO ALÉM.QUEM SABE ATÉ “PORTO ACRE” ONDE SE DEU O INICIO DO ESTADO E FOI REALIZADO AS FILMAGENS DO SERIADO AMAZÔNIA, E IR ATÉ O PERÚ, LÁ TEM UMA HISTÓRIA DE VIDA IMPRESSIONANTE CONTADA NUM PELORINHO AO AR LIVRE (NUMA PRAÇA), NA BEIRA DO RIO NA DIVISA BRASIL / PERÚ E FICAR NA PONTE QUE DIVIDE OS 3 PAÍSES BRASIL, BOLÍVIA E PERÚ. QUANDO CONTO PARA MEUS AMIGOS DO RIO GRANDE DO SUL, ACHAM IMPOSSÍVEL MAS NÃO É CONFIRAM.
    ABRAÇOS A TODA FAMÍLIA

  11. Comentário por Antônia Vidal — 13 de julho de 2007 (23:05)

    Olá, Anselmo e Lília!

    Mesmo com bastante atrazo deixo aqui meus cumprimentos pela viagem não programada ejustamente por isso, tentadora. Eu já visitei o Rio Brancoe gostei muito. Dapróxima vez que vcs. forem procurem a Gerusaeo Frank. Elesterão prazerem ciceoenear vcs.
    Um grande abraço!

    AntOnia

  12. Comentário por Karina Leite — 7 de agosto de 2007 (10:43)

    Olá, tudo bom com vocês? viajei e só agora vi o e-mail. O lugar em que eu estava internet era bem difícil… mas gostei de vê-los e de fazer uma viagem ao Rio Branco mesmo que virtual. Espero brevemente conhecer a capaital do Acre.
    Um forte abraço

Deixe um comentário

Feed RSS dos comentários deste post. URL de TrackBack

Report abuse Close
Am I a spambot? yes definately
http://anselmocolares.blog.terra.com.br
 
 
 
Thank you Close

Sua denúncia foi enviada.

Em breve estaremos processando seu chamado para tomar as providências necessárias. Esperamos que continue aproveitando o servio e siga participando do Terra Blog.